Translate

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Honda CBR300R, clone da CBR500R, será modelo mundial da marca. A Honda também inicia construção para produção eólica do Brasil.

De olho no mercado chinês, que é hoje o maior mercado de motos do mundo, a Honda tem investido na diversificação dos seus modelos chineses nos últimos anos. E com o crescente interesse por motos de maior cilindrada naquele mercado, ele receberá, em primeira mão, a CBR300R em 2014. Mas o modelo será produzido na Tailândia, que será a fornecedora para o mercado asiático.

A nova CBR300R foi clonada do desenho da CBR500R.

A Honda não divulgou quais outros mercados iria introduzir este modelo no início de 2014, mas é provável que o mercado europeu e norteamericano recebam este novo modelo, pois a concorrência está forte neste segmento, principalmente devido às novas Kawasaki Ninja 300 e a KTM RC390.


A CBR500R empresta seu visual para a remodelada CBR300R, e se junta as CBR600RR e CBR1000RR, família completa.

Já o mercado brasileiro não foi mencionado nem relacionado ao mercado chinês, embora seja o segundo maior mercado de motos do mundo e a maior planta produtora da Honda fora da Ásia, é provável que a CBR300R só chegue aqui importada da Tailândia, assim como é a atual CBR250R.


O que foi notícia internacional da Honda esta semana foi o início da construção de sua planta de produção de usina eólica em Xangri-lá, no Rio Grande do Sul, e que será a primeira do tipo executado por uma indústria automobilística no Brasil. Esse parque será capaz de produzir 99,99% da energia consumida em sua planta de produção automotiva em Sumaré - São Paulo, que passará a usar energia limpa, sem emissão de CO2. Serão utilizadas 9 turbinas eólicas, cada uma delas é capaz de produzir 3MW, totalizando 27MW de produção máxima, o que corresponde a 95GWh por ano. Este montante de energia será utilizado à base de troca, ele será inserido no sistema elétrico brasileiro no Rio Grande do Sul e o equivalente será retirado em São Paulo, a 1000km de distância, na planta industrial de automóveis em Sumaré.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: seu comentário passará pelo moderador antes de ser publicado, então não será publicado imediatamente. Procure escrever em bom Português e não utilize linguagem ofensiva. Se comentar como anônimo, informe seu nome. Comentários desrespeitosos, ofensivos e com linguagem imprópria serão excluídos.