Translate

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Suzuki V-Strom 1000 ABS: informações iniciais de lançamento e muitas imagens dos detalhes.

Detalhamento das informações técnicas divulgadas com novas imagens (out/2013).

Por Waldyr Costa.

Todas as imagens e informações são de divulgação oficial da Suzuki européia. Clique nas fotos para vê-las ampliadas.

V-Strom 1000 ABS



A nova V-Strom 1000 ABS equipada com todos os acessórios. 


Novo motor com sistema de escape de saída única.

Motor V-twin (V2) com performance extremamente equilibrada.

O coração da V-Strom 1000 ABS - e também a chave de sua tremenda versatilidade - é um forte e amigável motor V2 a 90º com cilindrada de 1037cc, com duplo comando no cabeçote, que lhe oferece uma aceleração espontânea e um ronco maravilhoso de se ouvir. O diâmetro do cilindro é 2mm maior do que o do motor anterior, mas os pistons não ficaram mais pesados por isso. Os cilindros, o cabeçote, os pistões, os anéis, os eixos, os acmes, os comandos, a embreagem e o radiador também refletem os benefícios do redesenho que fizeram o motor ficar mais leve, mais potente e mais controlável em baixas e médias rotações. Os avanços no gerenciamento eletrônico do motor impulsionou enormemente o troque e a economia. O eixo balanceiro foi redesenhado para ter maior massa inercial e melhorar o controle da moto em baixas rotações. O novo balanceamento da performance do motor permite desemprenho sem estresse em viagens, mesmo com garupa e bagagem completa - carga total.


Engrenagens do câmbio.

Transmissão amigável para viagens

O motor é acompanhado de uma transmissão de seis velocidades que foi reprojetado para suavizar a performance. A escalonamento das marchas foi otimizado para manter as mudanças suaves e fáceis. E mais, o inovador Sistema Suzuki de Assistência à Embreagem (SCAS) reduz a fadiga de duas maneiras: funciona como sistema deslizante para suavizar as reduções e faz assistência à embreagem para diminuir o esforço do piloto na alavanca.

Acessório para proteger o coletor de escape e deixar o visual mais esportivo.

Sistema de exaustão melhor balanceado

O sistema de exaustão vai para um silenciador único (2x1); menor massa na traseira da moto significa que o peso está mais centralizado para melhorar a manobrabilidade. O Sistema de Controle de Exaustão da Suzuki (SET) utiliza uma borboleta para controlar a pressão de exaustão e otimizá-la para as condições de pilotagem, enquanto reforça o torque em baixas rotações (que beneficia a aceleração) e melhora a resposta ao acelerador. E um catalisador atualizado complementa os benefícios do sistema de injeção de oxigênio com os do sensor de pressão de entrada para manter as emissões baixas o suficiente para a V-Strom 1000 ABS atender às rigorosas normas Euro 3.

Corte para visualização do sistema de combustão interna do motor.

Eficiência de combustão aumentada

A grande eficiência na combustão é um dos requisitos para a alta performance, grande economia de combustível e baixas emissões. Isto é assegurado pelo Sistema Suzuki de Dupla Válvula de Aceleração (SDTV) e por um número de avanços a ele relacionados: fricção e outras perdas mecânicas são suprimidas em todo o motor e transmissão. O uso de duas velas de ignição em cada cilindro produz uma faísca quente, forte e rápida. A atualização da unidade controladora do motor (ECU) otimiza a ignição e a injeção de combustível sob diversas condições. E os injetores com 10 furos vaporizam eficientemente o combustível sob preciso controle eletrônico. O consumo de combustível calculado no padrão Ciclo de Teste Mundial de Motocicleta (World Motorcycle Test Cycle) obteve o baixo índice de 20,9 km/l (4,8L/100km).

Sensores estão por toda parte, desde os freios até o escape.

Controle avançado da rotação do motor em marcha livre (neutro/ponto-morto)

A unidade de controle de rotação em repouso está inserido nas válvulas secundárias de aceleração do SDTV. Seu novo desenho garante que o motor ligue a aqueça de forma mais rápida e fácil, para você poder iniciar sua jornada mais rapidamente com melhor eficiência do combustível e menores emissões.

Retificador dinâmico de última geração.

Eletrônica para melhoria de performance

Um novo retificador tipo "aberto" foi projetado para desconectar-se do magneto (gerador/alternador) quando ele não está gerando eletricidade. E mais, o magneto  é mais eficiente que o da versão anterior. Esses dois avanços reduzem as perdas mecânicas, resultando em mais troque em baixas e médias rotações do motor. E ainda, um módulo de controle do motor com 32 bis dá mais precisão ao gerenciamento e está otimizado para o escapamento com ponteira única, de forma a melhorar a economia de combustível e permitir resposta mais linear de aceleração.

Sensores para o controle de tração.

Avançado controle de tração

O primeiro sistema de controle de tração desenvolvido pela Suzuki lhe permite controlar a aceleração nas mais diversas situações com mais confiança, de modo que você possa curtir suas longas viagens com menor estresse e cansaço. O controle de tração monitora continuamente a velocidade nas rodas dianteira e traseira, posição do acelerador, marcha selecionada e controla a força e energia a ser fornecida pelo motor através do gerenciamento do tempo de ignição e do fluxo de ar. Você pode selecionar entre dois modos de controle ou desativá-lo. Os modos diferem em termos de sensibilidade. O modo um (1) permite uma leve derrapagem do pneu traseiro para uma pilotagem mais excitante. O modo dois (2) ativa o controle de tração à menor perda de aderência na roda traseira para lhe dar mais confiança. O modo off desativa este controle. Você pode, rapidamente, alterar os modos de controle nos comandos elétricos do punho esquerdo e visualizar imediatamente no painel qual deles está selecionado.

Sistema de gerenciamento do ABS.

Discos de freio e sistema ABS

Os discos dianteiros de 310mm montados radialmente, com 4 pistões Tokico em cáliper monobloco e o disco traseiro de 260mm com pistão simples oferecem frangem suave e melhor controle na força de frangem. Eles são completados pelo sistema ABS, que monitora a velocidade das rodas e ajusta a força aplicada nos freios para obter a melhor intensidade de frenagem de acordo a aderência disponível daquele instante.

Suspensão dianteira com bengalas invertidas anodizadas na cor ouro.

Suspensão e rodas com grade capacidade de ajuste

Suspensões completamente ajustáveis, com garfos dianteiros invertidos anodizados na cor dourada com bengalas de 43mm de diâmetro e amortecedor traseiro com regulagem por seletor, ajudam a garantir maior aderência e uma suavidade e conforto superiores mesmo com garupa e bagagem completa. Rodas de alumínio com dez raios combina leveza e esportividade. Roda dianteira de 19 polegadas é o equilíbrio certo entre estabilidade e versatilidade

Balança com sistema de links do amortecedor que tem ajuste acessível.

Quadro Twin-Spar com balanceamento otimizado

A V-Strom 1000 ABS é construída em um estreito e leve quadro de liga de alumínio com longarinas simétricas. A balança tem vigas extrudadas e a seção da junção fundida. O quadro e a balança traseira complementam o compacto motor e asseguram suavidade, precisão de direção e altas velocidades de cruzeiro. Além do que, o longo entre-eixos de 1.555 mm e a curta distância do eixo dianteiro para o pivô de articulação da balança traseira, que é mais longa, combinam alta estabilidade em retas e estabilidade em curvas. A moto passa a sensação de segurança em altas velocidades mesmo quando está com carga máxima.

A nova V-Strom 1000 está bem mais estreita e leve. Parece até uma moto menor.

Grandes reduções de peso

A V-Strom 1000 ABS oferece os benefícios da grande redução de peso. Ela é oito quilos mais leve que o modelo anterior, então você sempre irá se agradar da performance esperta, agilidade direcional e menor consumo de combustível.

Painel completíssimo: mostra até autonomia restante, consumo médio e voltagem da bateria.

Informação completa para cada aventura

O painel de instrumentos tem um desenho inédito que irá inspirá-lo em busca de aventura e vai lhe manter completamente informado ao longo do caminho. Ele incorpora  um grande tacômetro (conta-giro) analógico (tipo relógio); leitores digitais para a marcha engatada; velocidade; odômetro total e parcial; relógio; modo do controle de tração; nível de combustível; consumo de combustível; autonomia restante; temperatura no radiador; e voltagem da bateria. Enquanto que a iluminação interna do painel maximiza a leitura para evitar o stress visual enquanto pilota. E também, as luzes-espia do painel são leds, alertam para quando a temperatura oferece risco de congelamento (abaixo de 3ºC); piscas, farol alto, ABS, controle de tração e temperatura da refrigeração.


O baixo peso e a pouca largura permitem acesso a estradas sem pavimentação com segurança.

Aparência de aventura

As linhas e contornos da V-Strom 1000 ABS combinam com as inigualáveis credenciais de turismo/aventura desta motocicleta. Deixe seus olhos passearem pela moto e você vai apreciar como os detalhes em preto e prata complementam as linhas e curvas para transmitir a imagem de robustez e qualidade. Mesmo o farol e a lanterna traseira contribuem para a aparência aventureira. Os faróis têm lâmpadas de 55W e 60W na já conhecida configuração vertical da Suzuki. E a lanterna traseira têm LEDs, que oferecem excepcional contabilidade - um benefício assegurado quando estiver longe de casa. O design inconfundível desta moto foi inspirado no desenho da primeira grande "off-road" da Suzuki, a DR-BIG (DR750S). O detalhe de assinatura, que traz o eco daquela clássica moto de aventura, é o bico na frente da moto, que mostra ao mundo que a nova V-Strom carrega o DNA da Suzuki.

O assento baixo e a posição mais natural de pilotagem ajudam no conforto para as longas jornadas.

Conforto para as longas jornadas

Como piloto de uma V-Strom 1000 ABS, você vai apreciar a posição de pilotagem relaxada e ereta, que mantém o seu conforto e total controle, não importando se você está no trânsito pesado das grandes cidades, viajando pelas rodovias do país ou explorando as trilhas das matas. E ela é baixa e esguia, graças ao motor V2, lhe permitindo manter os dois pés no chão quando quiser. A parte do banco destinada ao garupa tem a sua superfície em alta aderência para manter o passageiro posicionado com segurança.



Especificações Técnicas:

Comprimento: 2,285mm
Largura: 865mm
Altura: 1,410mm
Entre-eixos: 1,555mm
Distância mínima do solo: 165mm
Altura do assento: não informado
Peso da moto totalmente abastecida: 228kg
Tipo de motor: 4-tempos, resfriamento líquido, duplo comando, V2 a 90º
Diâmetro e curso: 100.0mm x 66.0mm
Capacidade volumétrica: 1.037cc
Taxa de compressão: 11.3 : 1
Sistema de injeção: com gerenciamento eletrônico
Sistema de partida: elétrico
Sistema de lubrificação: cárter úmido
Transmissão: 6-velocidades sequenciais
Relação de redução primária: 1.838 (57/31)
Relação de redução final: 2.411 (41/17)
Suspensão dianteira com garfo telescópico invertido e molas helicoidais, amortecido a óleo
Suspensão traseira com links articulados, mola helicoidai, amortecido a óleo
Rake / trail: 25˚30' / 109mm
Freio dianteiro: disco duplo flutuante, cáliper bicilindro, ABS
Freio dianteiro: disco único, pinça simples , cáliper monocilindro, ABS
Pneu dianteiro: 110/80R19 - 59V
Pneu traseiro: 150/70R17 - 69V
Sistema de ignição: eletrônica
Capacidade do tanque de combustível: 20 litros
Capacidade de óleo no motor: 3,5 litros


Cores disponíveis: 

< - Candy Daring Red - Vinho

Pearl Glacier White - Branco

Glass Sparkle Black - Preto

Glass Desert Khaki - Bege/Caqui


















Um comentário:

  1. Essa moto é um absurdo! Felizmente consegui comprar a minha pouco depois do lançamento, talvez essa seja uma das melhores motos da Suzuki Motos, na minha opinião!

    ResponderExcluir

ATENÇÃO: seu comentário passará pelo moderador antes de ser publicado, então não será publicado imediatamente. Procure escrever em bom Português e não utilize linguagem ofensiva. Se comentar como anônimo, informe seu nome. Comentários desrespeitosos, ofensivos e com linguagem imprópria serão excluídos.