Translate

domingo, 13 de outubro de 2013

Yamaha FZ-09, o Brasil recebe lançamento simultâneo com a Europa durante o Salão Duas Rodas 2013

Todas as imagens são de divulgação.
Apenas três meses após estrear na Europa, a FZ-09 é apresentada no Brasil e vai compor a linha de produtos da montadora em nosso mercado. Esta foi uma boa surpresa da Yamaha, o que pode ser um indício de que a marca tomará um posicionamento mais agressivo no mercado. Ainda sem preço e maiores informações, aguardamos o press release oficial da marca para sabermos mais sobre as datas e o valor.


A FZ-09 é a primeira moto a portar a nova planta de motores tricilíndricos da Yamaha. É um projeto totalmente novo, inspirado no excelente rendimento dos motores desta configuração que fazem muito sucesso no mercado europeu com a inglesa Triumph e a italiana MVAugusta. A Yamaha resolveu desenvolver uma nova plataforma-base com três cilindros para motores de várias capacidades volumétricas (cilindradas) e que equiparão vários modelos da marca num futuro bem próximo. 


Ela  nasce em um esguio quadro tipo diamante moldado em composto de alumínio, com suspensões de 134mm de curso na dianteira e 130 na traseira, articulada por links. Na frente vão dois discos flutuantes de 298mm e atrás disco simples de 245mm. Os pneus são 120/70 e 180/55 respectivamente, ambos radiais de 17 polegadas, montados em rodas de liga leve de dez raios. 


Encaixado nesse chassi está a nova vedete da Yamaha, o novo motor com três cilindros paralelos, quatro válvulas por cilindro e duplo comando no cabeçote, refrigeração líquida e exatos 847cc, com diâmetro e curso de 78,0 x 59,1 mm, entrega 115cv (84,6kW)@ 10.000rpm de potência e 8,9 kgfm (87,5Mn) @ 8.500rpm de torque, transferidos pelo câmbio de seis velocidades. A aceleração é ride-by-wire com modos eletrônicos de controle de tração e entrega de potência. O escapamento é 3 em 1 com tubos coletores fabricados em aço inoxidável e tratamento superficial anticorrosivo. O banco fica a 81,5 cm de altura, o peso total da moto com tanque cheio é de 188kg, o reservatório de combustível tem capacidade para 14 litros.


A primeira impressão visual que este  modelo passou foi de uma mistura de street-fighter com café-racer do futuro. É uma moto bastante estreita e muito leve também. O peso total dela abastecida não chega a 190kg, o que para os 115cv e os quase 9kgfm, deve dar uma agilidade e agressividade a este modelo que certamente vai incomodar a concorrência. E pelo curso de apenas 59 mm dos pistões, em relação ao diâmetro de 78 mm, o motor até que poderia subir mais de giro e ter um pouco mais de potência, mas entendo que a Yamaha quis preservar a durabilidade do motor e dar prioridade ao torque mais abundante em baixas e médias rotações. Ainda não pude ver nenhum gráfico de teste em dinamômetro, mas a promessa é de que se tenha torque em abundância, de maneira uniforme, desde baixa rotação até as mais altas. Pelas características já conhecidas de outros bons tricilíndricos, podemos esperar pelo menos 7 kgfm de torque disponível entre 4.000 e 10.000 rpm.


Na Europa ela chegou por cerca de 8.000 Euros, que é aproximadamente o preço das nakeds médias como Honda CB600F Hornet, Triumph Street Triple 675, Kawasaki Z800, Suzuki GSR750 e abaixo dos preços de BMW F800R, MVAugusta Brutale e Rivale 800, só para citar alguns exemplos. Teoricamente a Yamaha está bem posicionada e pronta para uma boa briga. A sua cilindrada de 850cc já beira a categoria das motos de alta cilindrada e pode, indiretamente, concorrer com elas também, são os casos da Kawasaki Z1000 que está sendo renovada, a Honda CB1000R, a Suzuki GSR1000 que está para ser lançada, a Triumph Speed Triple e outras que custam muito mais e oferecem bem pouco pela diferença de preço.


Continua aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: seu comentário passará pelo moderador antes de ser publicado, então não será publicado imediatamente. Procure escrever em bom Português e não utilize linguagem ofensiva. Se comentar como anônimo, informe seu nome. Comentários desrespeitosos, ofensivos e com linguagem imprópria serão excluídos.