Translate

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Suzuki Recursion Turbo Concept - o interesse cresce sobre este conceito.

Por Waldyr Costa
Imagens divulgação/Suzuki. Clique para ampliar.


Recentemente a Suzuki mostrou um conceito de uma moto turbo de média cilindrada no Tokyo Motor Show 2013. Era a Recursion Turbo Concept, 588cc, com um par de cilindros paralelos, turbo intercooler, 100cv @ 8.000rpm e 10kgfm @ 4.500rpm, 175kg a seco.




E então a Suzuki começa a soltar informações e imagens de tempos em tempos, assim como fez com a V-Strom 1000 Concept. Embora que com a V-Strom Concept ela avisou que produziria a moto em 2014. Mas uma atitude similar com a Recursion 600 turbo nos faz imaginar que esses teasers são um indício da seriedade da Suzuki em relação a realmente produzir a moto em pouco tempo. Entenda que pouco pode ser 1 ou 2 anos.


Analisando os dados da moto, uma informação salta aos olhos: o torque de 10kgfm é equivalente ao de uma moto de 1000cc. Um privilégio que o turbo dá aos motores, além de um pouco mais de potência, é muito mais torque. Para você ter uma ideia, uma 600 como essa, sem turbo, teria algo em torno de 5,5kgfm de torque.


Outra coisa boa é o peso. 175kg a seco é mais ou menos o peso de uma de 1.000 super esportiva. Contando que a estrutura de freios, suspensão e quadro de uma moto turbo tem que ser muito mais reforçado do que o de uma 600 "normal", mas que não pretende ser uma top racing como as supersport, tendo o pensamento voltado para a contenção de custos para deixar a moto com um valor competitivo, evitando utilizar os caros materiais nobres como o titânio, até que os 175kg de peso ficou numa faixa que pode ser considerada leve. Mais leve que, por exemplo, a nova CB500F, que tem 181kg a seco. É mais ou menos o peso da antiga CB500, que pesava 174kg a seco. Um boa não?


Já dá pra ter uma idéia do que é ter uma moto com o torque de uma 1.000 no corpinho de uma 500cc. O empurrão vai ser um coice. 


Mas vamos esperar pra ver se em 2014 a Suzuki nos brinda com mais boas notícias sobre este canhãozinho, que se encaixaria muito bem na sua linha de produtos e seria um novo marco na sua produção.


As outras marcas certamente começariam a copiar a idéia. Isso serviria para apagar o fracasso que foram as motos turbo lançadas por todas as marcas a 30 anos atrás, na década de 80, quando tudo ainda era mais precário tecnologicamente e não deu muito certo. Hoje é tudo muito avançado e certamente será uma nova era para os motores a combustão se o ciclo começar a acontecer.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: seu comentário passará pelo moderador antes de ser publicado, então não será publicado imediatamente. Procure escrever em bom Português e não utilize linguagem ofensiva. Se comentar como anônimo, informe seu nome. Comentários desrespeitosos, ofensivos e com linguagem imprópria serão excluídos.