Translate

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Harley Davidson LIVEWIRE™: o projeto da primeira moto elétrica da HD.

Por Waldyr Costa
Fotos divulgação


A Harley convidará os clientes para testar, interagir e moldar o futuro do projeto LiveWire™.


Inovação revolucionária na Harley. Tudo mudou para uma nova era.

Quem vê esta foto pode imaginar que é alguma "viagem" de um desenhista querendo aparecer no mercado. Mas na verdade estes traços saíram dos computadores dos estúdios da própria Harley-Davidson, cujo projeto já está bem encaminhado para a sua entrada definitiva na nova era da propulsão elétrica do século XXI. É bom lembrar que a maioria das grandes marcas ainda não chegaram nesse estágio da Harley. Portando, é com muito louvor que acompanharemos esta radical transição da HD à modernidade. E nem por isso perde o seu caráter distinto.


Os traços do desenho são atuais, modernos e até de vanguarda, mas mantendo o carisma da marca intacto.

A partir de julho de 2014 a Harley estará convidando os clientes consumidores da marca em todos os Estados Unidos para avaliarem e opinarem sobre este projeto. A moto já está fisicamente pronta, mas não será vendida. Ela circulará pelos EUA com o objetivo de obter um retorno dos amantes da marca, após darem uma volta com ela, sobre o que eles considerariam ideal e o quanto o projeto LiveWire atende a esses desejos. A satisfação dos clientes será uma prioridade neste projeto, pois existe preocupação em manter a identidade e o carisma da marca. E mesmo aqueles que não tiverem a oportunidade de pilotá-la, terão a chance de saber um pouco a respeito através do simulador Jumpstart.

Lado direito do motor LiveWire. Detalhe para as pedaleiras um pouco recuadas.

Em 2014 haverá a turnê pelos EUA - começando com uma viagem pela Rota 66 - quando vai visitar mais de 30 concessionárias Harley-Davidson até o fim do ano. Em 2015, a experiência com o Projeto LiveWire continuará pelos EUA e se estenderá para o Canadá. Depois atravessará o Atlântico para dar sequência à experiência na Europa.

Painel digital e retrovisores presos à mesa. Acabamento refinado.

"O projeto LiveWire está mais para: como fazer a primeira guitarra elétrica? - do que para: como fazer um carro elétrico?", disse Mark-Hans Richer, Vice-Presidente Sênior e Diretor de Marketing da Harley-Davidson Motor Company. "É a expressão da individualidade e do estilo icônico, só que com propulsão elétrica. O projeto LiveWire é uma afirmação ousada para nós, tanto como empresa quanto como marca."

Acharam um jeito de deixar os silenciosos motores elétricos mais barulhentos para instigar a pilotagem.

Um grandioso detalhe deste projeto da Harley é que o motor elétrico foi projetado para produzir um ruído alto, bem característico e diferente das outras motos elétricas, muito mais instigante para quem está pilotando. Com aceleração brutal, capaz de derreter o pneu traseiro, será uma experiência visceral acompanhada de um som inconfundível.

Tudo está sendo feito pensando nos amantes da marca. Eles decidirão os rumos do comportamento elétrico da moto.

"O som é uma parte fundamental da emoção", disse Richer. "Pensem num jato de caça ligado dentro de um porta-aviões. O som único do motor do projeto LiveWire foi planejado para diferenciá-lo do de motores à combustão interna e outras motos elétricas no mercado. "

Detalhes de acabamento sofisticado, com uso de LED na lanterna traseira e banco monoposto rebaixado. 

Todos os envolvidos no projeto se consideram muito empolgados e dispostos a aprender com a opinião dos clientes. E é isso que a Harley vai fazer a partir de agora, colher depoimentos para saber o grau de satisfação dos seus usuários com esta nova máquina e determinar então o caminho a ser trilhado antes de colocá-la à venda nas lojas. Podem ter certeza de que a HD não iria submeter um protótipo à análise pública se ele não estivesse num excelente nível.

Suporte de placa modernoso, com refletores de sobra.

Apesar de a Harley-Davidson não afirmar assim, este é o mais radical e importante projeto da história da marca, no qual ela abandona o seu tradicional e mais emblemático elemento, que é o propulsor à combustão, praticamente a sua identidade - o famosíssimo motor V2 - passando a usar um propulsor elétrico rotativo, isento de vibrações e ruídos característicos dos motores de ciclo Otto à gasolina.

Assinatura LiveWire acima do motor combina com o estilo retrô da moto. Elegante, clássico e esportivo.

Como se sairá esse projeto, só o tempo dirá. Mas pela empolgação dos "apresentadores" da empresa, a coisa já está bem encaminhada. Eles não divulgaram os dados técnicos da moto nem do propulsor. Então não faremos conjecturas, esperaremos que oportunamente estas informações nos cheguem às mãos de forma correta e isenta. Saboreiem os detalhes nestas fotos e não desperdicem a oportunidade de pilotá-la se tiverem a chance.

Observem o cuidado que tiveram com os detalhes em cada uma das imagens a seguir. Faltou uma imagem frontal.













Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: seu comentário passará pelo moderador antes de ser publicado, então não será publicado imediatamente. Procure escrever em bom Português e não utilize linguagem ofensiva. Se comentar como anônimo, informe seu nome. Comentários desrespeitosos, ofensivos e com linguagem imprópria serão excluídos.