Translate

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Honda atinge a marca de 20 milhões de motocicletas produzidas no Brasil (press release oficial)

Press Release Oficial da Moto Honda da Amazônia
Imagens divulgação.


Honda atinge a marca de 20 milhões de motocicletas produzidas no Brasil
Empresa comemora mais um marco na sua trajetória de sucesso e liderança no País


Manaus, 4 de agosto de 2014 – A Moto Honda da Amazônia produziu hoje, 4 de agosto, em Manaus (AM), sua motocicleta de número 20 milhões. O marco foi protagonizado por uma CG 150 Titan 2015, recém-lançada versão do modelo que faz parte da história da marca e da vida de milhões de brasileiros.

Para comemorar a conquista, resultado da aceitação dos produtos Honda pelos consumidores, foi realizada uma cerimônia interna com a participação da diretoria executiva da empresa, colaboradores, representantes da rede de concessionárias, fornecedores e autoridades. 

Para Issao Mizoguchi, presidente da Honda South America, esse momento representa a força e a credibilidade da marca Honda no Brasil. “Atingir a produção de 20 milhões de motocicletas é a resposta positiva do consumidor brasileiro para o nosso compromisso de oferecer produtos da mais alta qualidade e um serviço de excelência há mais de 40 anos”, comenta o executivo. 



Trajetória de liderança

Inaugurada em 1976, a maior fábrica de motocicletas Honda em todo o mundo tornou-se um dos maiores empreendimentos do Polo Industrial de Manaus e é referência mundial em verticalização. Nas suas instalações, acontece um complexo processo produtivo que contempla o desenvolvimento e fabricação dos principais componentes das motocicletas como rodas, guidões, escapamento e partes de motores e chassis, além do ferramental para produção.

Com capacidade para produzir 2 milhões de motocicletas ao ano, a Honda possui 80% do mercado nacional de duas rodas e é, em números absolutos, a segunda maior fabricante de veículos automotores do País (carros, caminhonetes, ônibus, caminhões, tratores, motocicletas, embarcações e aeronaves).

Atualmente, são produzidos na fábrica de Manaus 26 modelos de motocicletas, de 100 a 1000cc, além de quadriciclos e motores estacionários. Além disso, a empresa também comercializa no Brasil 9 modelos importados de até 1.800 cilindradas. Esse amplo line-up, que aumenta a cada ano, tem o intuito de oferecer opções a todos os perfis de consumidor, seja para utilização no lazer, esporte, locomoção ou trabalho.

Sinônimo de tecnologia e inovação

O investimento constante no desenvolvimento de produtos da mais alta qualidade e tecnologia é premissa da Honda. Entre tantas outras realizações, em 2009 a empresa foi pioneira ao lançar a primeira motocicleta flex do mundo, projeto alinhado ao compromisso da marca em desenvolver produtos cada vez mais amigáveis ao meio ambiente. Hoje, já são seis modelos flex produzidos no Brasil: CG 150 Titan Mix, NXR 150 Bros, CG 150 Fan, a Biz 125, CB 300R e XRE 300, que representam juntos mais de 60% das vendas da marca. 

Seguindo o objetivo de aprimorar o desenvolvimento deprodutos, a Honda realizou, em 2013, investimentos da ordem de R$ 40 milhões na construção da mais moderna linha de produção de chassi do mundo.

No mesmo ano, foi inaugurado, na planta de Manaus, um novo e moderno Centro de Desenvolvimento e Tecnologia (CDT). A estruturaé um verdadeiro polo de desenvolvimento multidisciplinar com integração total entre todos os departamentos responsáveis pelas atividades relacionadas ao desenvolvimento de novas tecnologias, processos e produtos. No acumulado desde o início das atividades da Moto Honda no País, os investimentos específicos em Pesquisa & Desenvolvimento já ultrapassam 200 milhões de reais, incluindo a construção de Laboratórios de Emissões, Campos de Prova, entre outras estruturas.

Em toda a operação, mais R$ 4 bilhões de reais já foram investidos no País desde 1971. 


Principais marcos da Honda no segmento de motocicletas:


1971
Constituição da Honda Motor do Brasil Ltda., em São Paulo.

1972
Início das importações de vários modelos de motocicletas para o Brasil.

1973
Início da primeira fase de importações de produtos de força para o Brasil, como geradores, motores estacionários e motobombas.

1976
Lançamento da CG 125, primeiro modelo nacional da marca.

1978
É lançada a ML 125, primeiro modelo com freio a disco dianteiro.

1980
Lançamento da CB 400, primeira motocicleta de grande porte bicilíndrica produzida no Brasil.

1981 
Lançamento da CG 125 álcool;
Constituição do Consórcio Nacional Honda.

1982
Lançada a XL 250R, primeiro modelo on/off road produzido pela Honda no Brasil.

1983
Honda del Perú S.A inicia operação de produção de motocicletas na cidade de Iquitos.

1986
Lançamento da CBX 750F, mais conhecida como 7 galo.

1987
É lançada a XL 125 Duty, com amplos bagageiros na dianteira e traseira e o eficiente descanso lateral na direita.

1988
Lançada a CG125 Cargo, voltada especificamente para o uso comercial.

1989
É iniciada a produção do primeiro modelo esportivo carenado da Honda no Brasil: CBR 450SR.

1991
Início da produção da motocicleta NX 350 Sahara no Brasil, em substituição à XLX 350R.

1992
Lançamento da C 100 Dream, primeiro modelo da categoria CUB a ser produzido pela Honda no Brasil.


1994
Honda del Perú S.A inicia operação de produção de motocicletas na cidade de Callao.

1996

Honda comemora a marca de 2 milhões de motocicletas produzidas na fábrica de  Manaus (AM).

1997
É lançada a CB 500, que se tornou ícone entre os modelos de média cilindrada;
Honda inicia produção do modelo VT 600C Shadow em Manaus, primeiro modelo da marca no segmento Custom.

1998
É inaugurado o Centro Educacional de Trânsito Honda (CETH) em Indaiatuba (SP);
Honda lança C100 Biz, um dos maiores sucessos da marca e uma das portas de entrada para o segmento de duas rodas do mercado brasileiro.

1999
É alcançado o marco de 3 milhões de motocicletas produzidas no Brasil.
Moto Honda conquista a certificação ISO 14001 - conceituado certificado internacional de respeito ao meio ambiente;
É lançado o modelo NX400 Falcon, em substituição à NX 350 Sahara.

2000
É atingido o marco de 2 milhões de unidades do modelo CG 125 produzidas, motocicleta líder do mercado brasileiro em todos os tempos;
Iniciam-se as atividades das instituições financeiras Banco Honda e Honda Leasing.


2001
4 milhões de motos produzidas no Brasil;

São lançados os modelos CBX 250 Twister e XR 250 Tornado;
É iniciada a comercialização do quadriciclo TRX 350 Fourtrax;
Honda comemora 30 anos no Brasil.

2002
Honda chega aos 5 milhões de motocicletas produzidas no Brasil;
É iniciada a produção do quadriciclo TRX 350 Fourtrax em Manaus.

2003
É inaugurada nova pista de testes de motocicletas, no município de Rio Preto da Eva (AM);
Ampliação da fábrica de motocicletas de Manaus é anunciada (AM);
É lançada a NXR 125 Bros, destinada ao uso on/off road, com mesmo motor da CG 125 Titan.

2004
CG Titan ganha novo propulsor de 150cc;
Lançada a CG 150 Sport, com itens como rodas de liga-leve, pneus esportivos, guidão mais baixo e conta-giros;
CB 600F Hornet, primeiro modelo quadricilíndrico da marca passa a ser fabricado em Manaus;
É implantado o Projeto Agrícola, programa que visa ao plantio de árvores e espécies ameaçadas de extinção, em um terreno localizado no município de Rio de Preto da Eva (AM).


2005
Produção da motocicleta 7 milhões é comemorada;

É lançada a CG 125 Fan, primeiro modelo a contar com válvula Pair, que visa reduzir a emissão de gases poluentes;
É celebrado marco de 8 milhões de motocicletas fabricadas no Brasil;
Honda Biz chega à marca de 1 milhão de unidades produzidas em Manaus.

2006
Três novas unidades são inauguradas em Recife (PE): Centro de Treinamento, Centro Educacional de Trânsito Honda e Divisão de Peças;
Moto Honda inaugura reserva particular com o objetivo de proteger os recursos naturais e a diversidade biológica da região de Manaus (AM);
É lançada a CRF 230F: uma fora-de-estrada autenticamente brasileira;
Honda comemora 35 anos de Brasil com série especial da CG 150 Titan;
Honda Motor de Argentina SA inaugura fábrica de motos em Florencio Varela.

2007 
Honda alcança marca histórica de 10 milhões de motocicletas produzidas no Brasil;
POP 100: modelo de entrada da marca é lançado no Brasil.

2008
Família CG chega à marca de mais de seis milhões de unidades comercializadas no Brasil;
Honda Biz 125 ganha injeção eletrônica, primeira nacional de baixa cilindrada com a tecnologia PGM-FI (Programmed Fuel Injection), a mesma utilizada em modelos de grande porte;
TRX 420 Fourtrax é o primeiro quadriciclo a ser comercializado com injeção eletrônica pela Honda no Brasil;
12 milhões de motocicletas produzidas no Brasil.

2009
CG 150 Titan Mix: primeira motocicleta bicombustível do mundo é lançada pela Honda;
13 milhões de motocicletas produzidas no Brasil.
Scooter Lead 110 passa a fazer parte da linha nacional da Honda;
Modelos nacionais XRE 300 e CB 300R são lançados; 
É lançada a NXR 150 Bros Mix, primeira motocicleta on-off road com tecnologia bicombustível.

2011
Honda comemora 40 anos no Brasil;
Biz 125 ganha sistema flex e novo design;
Shadow 750 chega com visual renovado e freios C-ABS;
CB 1000R, big naked referência no mercado internacional passa a ser produzida em Manaus (AM);
Honda atinge marca de 15 milhões de motocicletas produzidas no Brasil;
Honda Motor de Argentina inicia a produção de motos na planta de Campana, meses após o início da produção de automóveis no mesmo local.

2012
NC 700X, modelo do segmento crossover, passa a ser a sexta motocicleta de alta cilindrada fabricada na unidade de Manaus.

2013
Honda celebra a produção da moto de número 18 milhões e atinge o volume de 3 milhões de motos flex;
CB 300R e XRE 300 recebem tecnologia Flex;
Centro Educacional de Trânsito Honda comemora 15 anos em Indaiatuba com inauguração do Honda Fan Club (exposição com 43 modelos históricos da empresa);
Honda traz para sua linha nacional a scooter PCX;
Linha CG chega à oitava geração totalmente renovada;
Moto Honda da Amazônia inaugura novo Centro de Desenvolvimento e Tecnologia em Manaus;
Honda inaugura Centro Educacional de Trânsito em Manaus;
É apresentada a nova Família 500cc, que chega para incrementar a participação da marca no segmento de alta cilindrada.

2014
É lançada a CTX 700N; 
CG 150 Titan 2015 torna-se modelo pioneiro no mundo a utilizar sistema de freios CBS, equipamento que traz mais segurança de frenagem em situações adversas;
Marco de 20 milhões de motocicletas produzidas é comemorado no Brasil.


Sobre a Honda no Brasil - Presente no país desde 1971, quando começou a importar, e em seguida a produzir motocicletas em Manaus (AM), a Moto Honda da Amazônia Ltda. é atualmente a maior fabricante de motos do Brasil, com mais de 19 milhões de unidades produzidas.  Desde 2001, a empresa produz, também em Manaus, modelos de motores estacionários, além de comercializar geradores, motobombas, roçadeiras, cortadores de grama e motores de popa importados de outras unidades da marca no mundo.  Em 1992, com a criação da Honda Automóveis do Brasil Ltda., a empresa entrou no competitivo mercado automobilístico brasileiro também por meio de importações e, a partir de 1997, com a produção nacional de automóveis no município de Sumaré (SP). Em 2013, anunciou sua segunda planta de automóveis, em Itirapina, interior de São Paulo, com inauguração prevista para 2015. Em uma iniciativa inédita no segmento automotivo no país, a empresa iniciou, no mesmo ano, a construção do seu primeiro parque eólico na cidade de Xangri-lá, no Rio Grande do Sul. Para administrar as operações do parque, que irá suprir toda a demanda de energia elétrica da fábrica de Sumaré, foi criada a Honda Energy do Brasil. No país, também faz parte do grupo a Honda Serviços Financeiros, que reúne o Consórcio Nacional Honda, a corretora Seguros Honda, a Leasing Honda e o Banco Honda que, presentes na rede autorizada de todo o Brasil, facilitam o acesso dos clientes aos produtos da marca.

Um comentário:

  1. O mundo das motos é realmente sensacional. Sou apaixonado pela minha, e não troco por nada.

    ResponderExcluir

ATENÇÃO: seu comentário passará pelo moderador antes de ser publicado, então não será publicado imediatamente. Procure escrever em bom Português e não utilize linguagem ofensiva. Se comentar como anônimo, informe seu nome. Comentários desrespeitosos, ofensivos e com linguagem imprópria serão excluídos.