Translate

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

BMW F800R 2015: versatilidade, economia e qualidade.

Por Waldyr Costa
Imagens divulgação

Nova remodelagem da F800R 2015 destaca o novo farol como maior alteração de estilo.

Com novo design e alguns ajustes mecânicos, a F800R se reapresenta, para 2015, renovada de corpo e alma. À primeira vista, parece uma moto totalmente nova, mas não é tanto assim. A base mecânica e o chassis são os mesmos, apenas com algumas melhorias. O que faz a diferença são as novas peças de roupa que ela veste a partir de agora. Com a habitual qualidade BMW e um motor pra lá de bom, a F800R tem umas armas a mais para engordar a sua fatia no concorrido mercado das nakeds de média cilindrada.




O motor bicilíndrico de 798cc da BMW é bem conhecido e conceituado no mercado, muito mais devido à F800GS do que às outras duas máquinas equipadas com ele, que são a F800GT e a F800R, da qual falamos aqui; não pela inferioridade das outras duas, mas pela excelência da GS em ser versátil. Mas a mesma capacidade existe tanto na GT como na R, que têm a mais conforto e a menos a suspensão papa-tudo da GS.


Com alguns melhoramentos, a “R” deixa de fora aquele farol esquisitão assimétrico, que não agrada a todos, apesar da eficiência. Esta é, visivelmente, a maior alteração estética em relação à sua versão anterior, mas também houve redução na relação das engrenagens do câmbio para a primeira e segunda marchas e um ganho de 3cv na potência máxima.


A BMW colocou o campeão mundial de Stunt-riding, Chris Pfeiffer, sob a sua batuta para promover o modelo e a marca. Para quem não sabe, stunt é aquela prova de malabarismo e habilidade, onde se utiliza muito o drifting e o sliding - tipos de derrapagens utilizando o acelerador e o freio combinados, como nas provas de rally e off-road, só que no asfalto. Isto fez a F800R aparecer mais na mídia e ganhar destaque com mais frequência, pois é ela a moto oficial com a qual o piloto compete. Quem nunca viu um vídeo com o Cris Pfeifer, não é mesmo?


Uma das grandes vantagens de adquirir uma BMW é a certeza de que o motor consumirá pouco combustível. A F800R é uma dessas motos de média/alta cilindrada capaz de fazer 26km/L @ 90km/h ou 19km/L @ 120km/h. E não é só porque a marca divulga esses números, a moto realmente atinge essas marcas. Não são números espetaculares, mas se você considerar que o motor entrega 8,8kgfm de torque e 90cv de potência, para um motor de 798cc talvez seja difícil encontrar rivalidade no consumo.


Não conheço um só dono de BMW da série 800 que diga que ela não é econômica. O único porém é que a gasolina recomendada é de 95 octanas e aqui no Brasil só a Podium da Petrobrás, com 97 octanas, atende a essa especificação. Mas o modelo “Made in Brazil” deve ser ajustado às condições da nossa “mistureba gasoalcoolquerosina” pra poder funcionar em viagens, sem engasgos ou perda de potência, quando a Podium não está disponível - 95% dos casos.


Esta versão da F800R usa o já testado, aprovado e leve quadro perimetral de alumínio junto à balança traseira de alumínio fundido, fazendo um conjunto bem funcional. A suspensão dianteira usa agora bengalas invertidas, com mais rigidez torcional, que substituem os tradicionais garfos telescópicos. O curso é de 125mm, tanto na traseira quanto na dianteira. O conforto tem seu lugar através dos controles de ajuste da pré-carga da mola nas duas suspensões. Os pneus são os mesmos, com 120/70 ZR17 na frente e 180/55 ZR17 atrás. As pinças de freio dianteiro agora são radiais, com encaixe na base da bengala.


O sistema antitravamento (ABS), de duas vias, passa a vir de fábrica em todas as F800R 2015 e é desenvolvido pela própria BMW. É um moderno sistema, mais leve e compacto que o anterior, e usa novos sensores mais precisos. Outro item de segurança para pisos escorregadios, que está disponível como opcional, é o sistema de controle de estabilidade (ASC) eletrônico que evita a patinação da roda traseira, mas pode ser desabilitado se o piloto preferir. O ASC pode vir já montado de fábrica ou ser adquirido à parte.


O guidom é estilo fat-bar - um tubo cônico, mais “gordo” no meio, que vai diminuindo o diâmetro até onde ficam as manoplas, muito comum para quem tem afinidade com o mundo off-road. Ele é mais largo e deixa a pilotagem mais relaxada. Aliás, toda a ergonomia foi revisada para deixar a condução mais confortável.


As pedaleiras ficaram 1cm mais à frente e também mais 1cm para baixo para diminuir o ângulo de dobra do joelho e ficar menos cansativo em logos trajetos. Para os baixinhos, como eu, a nova altura do assento é de 79cm, um centímetro mais baixo. Mas os grandalhões podem optar por outros modelos de banco mais elevados.


A pintura é bem brilhante, enfatizando os traços do desenho. As carenagens, as capas do radiador, o pára-lama dianteiro e as rodas foram redesenhados, assim como o painel. O novo farol, que agora é simétrico, dá uma nova cara à F800R.


Para os que não dispensam um item de conforto, a BMW disponibiliza o ESA, um sistema eletrônico de ajuste das suspensões, presente pela primeira vez numa moto de médio porte. Um botão na manopla do guidom permite o ajuste eletromecânico da pré-carga das molas, mesmo com a moto em movimento. São três opções disponíveis para escolher: confortável, normal e esportiva; dependendo do gosto pessoal ou das condições da estrada.


Junto com o modelo vem uma nova gama de acessórios para personalizar a F800R, com destaque para o silenciador Akrapovic, que emite um ronco mais esportivo, tem estrutura de aço inox e titânio e pesa 1,7kg a menos que o modelo de série. Outros opcionais da lista incluem: controle de pressão dos pneus, computador de bordo, aquecedor de manuplas, suporte para navegador, cavalete central, piscas e lanternas de leds, spoiler de motor, capa para o assento traseiro na cor da moto, kit de redução de potência para carteira A2 (Europa), assento elevado 820mm e assento baixo 770mm.


Gama de cores disponíveis: branco (Light White), azul metálico fosco com preto acetinado (Racing Blue metallic matt / Black satin gloss), azul metálico fosco com branco (Racing Blue metallic matt / White) e branco com preto (Light White / Black silk gloss).


FICHA TÉCNICA

Motor: 2 cilíndros em linha, 4 tempos
Cilindrada: 798cc
Válvulas: 4 por cilindro, DOHC
Refrigeração: líquida
Potência: 90cv @ 8.000rpm
Torque: 8,7kgfm @ 5.800rpm
Compressão: 12:1
Embreagem: mecânica, em banho de óleo
Câmbio: 6 velocidades, integrado
Alternador: 400W
Bateria: 12Ah 12V
Farol: 55W 12V (x2)
Quadro: perimetral de alumínio
Suspensão dianteira: upside down - com ajuste por rosca na pré-carga
Suspensão traseira: monoamortecida com ajuste por rosca na pré-carga e retorno
Curso da suspensão: 125mm em ambas
Caster: 100mm
Entre-eixos: 1.526mm
Freios: dois discos flutuantes de 320mm na frente e um fixo de 265mm atrás
Pinças: de quatro pistões com ABS BMW
Rodas e pneus: 3,5x17” com 120/70ZR17 e 5,5x17”com 180/55ZR17
Altura do assento: 790mm (opcionais: 770mm e 820mm)
Peso em ordem de marcha: 202kg
Peso bruto total: 405kg (moto + piloto + passageiro + carga)
Combustível: 15 litros, gasolina sem chumbo
Consumo de combustível: 27.8km/L @ 90km/h e 20.8km/L @ 120km/h








3 comentários:

  1. linda moto faltou colocar o preço

    ResponderExcluir
  2. tudo belo, mais e o preço?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa publicação foi de 2014, não existia preço definido. Consulte uma revenda BMW na sua cidade.

      Excluir

ATENÇÃO: seu comentário passará pelo moderador antes de ser publicado, então não será publicado imediatamente. Procure escrever em bom Português e não utilize linguagem ofensiva. Se comentar como anônimo, informe seu nome. Comentários desrespeitosos, ofensivos e com linguagem imprópria serão excluídos.