Translate

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Anderson Fernandes: um exemplo de força e superação.

Por Waldyr Costa
Imagens gentilmente cedidas por Anderson Fernandes.

Anderson, mandando ver em seus sonhos.

Qualquer um de nós pode ser vítima das coisas ruins que acontecem em nossa vida. Normalmente as pessoas ficam desanimadas, desoladas e sentem que o sentido da vida está acabado. Algumas outras se adaptam a essas condições desfavoráveis, mas ficam limitadas. Porém, existem pessoas especiais, com grande força interior e determinação, capazes de transformar coisas ruins em coisas boas, de fazer a vida valer a pena tanto quanto valia antes de um terrível infortúnio. 


Aplaudam a obra de engenharia de Anderson. Ficou muito bom para algo "feito em casa".

São casos raros de se encontrar, principalmente porque a família, em muitos casos, é uma força contra, restringindo a capacidade do ser e desencorajando-o para qualquer coisa que não fique dentro de um mundo de dependência. Anderson Fernandes certamente é uma dessas excessões, pois teve uma família que o apoiou. 

E de sua grande forca interior, ele conseguiu realizar o que todo ser humano é capaz de fazer, mas muitas vezes nem tem idéia disso: vencer e se realizar, se tornar mais forte do que antes e ter a certeza de que o sorriso, mesmo quando não está no rosto, vai estar enchendo seu coração de alegria. É como um desses super-heróis que a gente encontra nos gibis. Um ser que constrói a sua alegria e a sua felicidade, independente do que mais contrário possa ter havido.

Se sua paixão não poderia mais estar sobre duas rodas, ela teria um caminho alternativo sobre três rodas. Com os próprios punhos, Anderson entrou no ringue e venceu a luta. Construiu praticamente só, com um pouco de ajuda de seu pai (parabéns a ele também), o próprio veículo, um triciclo personalizado. Isso é algo que não se pode calcular o valor.

Esforço e dedicação, sem parar nem desistir. Sem descanso até o fim da batalha.


Tomemos o seu exemplo e sejamos muito humildes conosco, ele mostrou que muitas das nossas reclamações no dia-a-dia, com coisas pequenas, nem deviam existir, são poeiras no caminho. Pedras no caminho foi o que ele encontrou, e cá pra nós, ele já provou que é realmente um super herói. Não daqueles de “mentirinha”, que voam e têm poderem mágicos, mas um da vida real, que sente dor, de carne e osso, um que qualquer um de nós pode até ser, mas só se tiver a força que ele teve.

Muito obrigado, Anderson Fernandes, pelo seu grande exemplo, por compartilhar a sua história conosco e deixar que todos saibam o quão grande um ser humano pode ser. A seguir está o relato do próprio, que recebemos em nossa fanpage www.facebook.com/jornaldomotociclista. O Facebook de Anderson é http://www.facebook.com/profile.php?id=100000339303609

O homem e sua máquina.


RELATO ORIGINAL:

Moto/triciclo adaptada feita por Paraplégico. 


Olá, sou Anderson Fernandes, tenho 39 anos, moro desde meu nascimento no bairro de Vigário Geral, no Rio de Janeiro. Fato é que eu estou paraplégico desde 07 Abril de 2007, devido a um acidente com minha moto, ficando internado no hospital Estadual Getúlio Vargas, no bairro da Penha, por 5 meses.

Gosto muito de motos, e, no início de 2014, tive uma ideia de fazer uma moto/triciclo adaptada. Fiquei, ao todo, 12 meses fazendo sozinho. Às vezes meu pai me ajudava em algo que não podia fazer, mas 90% foi feito por mim, fazendo de domingo a domingo. Só parei na estação do verão, devido ao intenso calor aqui no RJ, ficando concluído no dia 25 de Julho deste ano de 2015.

Quem gosta de mecânica se emociona com esse exemplo.


Quero mostrar, com esse feito, que um deficiente cadeirante, seja ele desde seu nascimento, ou que está cadeirante não sei por qual motivo, é capaz fazer muitas coisas. Quero mostrar com isso que eles não duvidem do que podem fazer!   

Sonhem e ponham em prática seus sonhos.

Um abraço.

Anderson Fernandes
1 de agosto de 2015

Um comentário:

  1. Exemplo lindo de superação! Reclamamos muito da vida, e é esse tipo de gente que nos faz ir atrás de nossos sonhos.

    ResponderExcluir

ATENÇÃO: seu comentário passará pelo moderador antes de ser publicado, então não será publicado imediatamente. Procure escrever em bom Português e não utilize linguagem ofensiva. Se comentar como anônimo, informe seu nome. Comentários desrespeitosos, ofensivos e com linguagem imprópria serão excluídos.